Embora o After 7 não tenha tido a presença nas paradas como Boyz II Men ou All-4-One nas últimas décadas, a sequência de sucessos do grupo de Atlanta no início dos anos 90 teve o tipo de impacto que os manteve em muitos fãs. Após sua separação em 1997, o vocalista principal Kevon Edmonds lançou dois álbuns solos antes de reunir forças com Keith Mitchell e trazer Jason Edmonds, filho do falecido colega de banda Melvin, para o álbum Timeless de 2016. Singles como “Too Late” e “Let Me Know” afirmaram que o trio ainda tinha uma tendência definida para harmonias românticas em cima de melodias clássicas e grooves no estilo slow jam.

O grupo surpreendeu e acaba de lançar o álbum Unfinished Business  vê o grupo se adaptar a outra transição, com Danny McClain fazendo sua estréia com Kevon e Keith após a morte prematura de Melvin em 2019. Ao longo das 12 faixas do disco, há vestígios do trio som de assinatura. Ao contrário de Timeless, no entanto, há um esforço consciente aqui para atualizar o estilo com modelos musicais e líricos mais contemporâneos. Ao mesmo tempo, o elemento harmônico é menos prevalente, com as performances principais de Kevon e Danny sendo o ponto focal vocal.

Unfinished Business é um retorno bem-vindo de um grupo que teve uma influência considerável no cenário vocal do R&B da década de 1990l. O After 7 faz um trabalho louvável de preservar a classe e sofisticação na maioria de seu novo material, enquanto combina com bom gosto as novas influências  para expandir seu alcance no mercado de hoje.  

Vamos confereir agora o novo trabalho dos caras do After 7: